Botão de pânico SOS Justiceiras no Rappi

O Brasil tem em média 180 casos de estupro diariamente no país e a maioria das vítimas conhece seu agressor. O cenário mais frequente da violência é a residência da vítima. Imagine o perigo que estão correndo meninas e mulheres brasileiras, confinadas em suas casas com seus algozes ao lado. Considerando a necessidade de criar canais e sistemas alternativos para atender a demanda gerada pelos altos níveis de violência doméstica durante a quarentena, a Força-Tarefa Justiceiras criou um botão de pânico embutido no aplicativo de entregas Rappi. A Força-Tarefa Justiceiras é um programa da ONG Justiça de Saia criado para pensar maneiras de atender meninas e mulheres vítimas de violência em tempos de pandemia. A parceria com o app Rappi surgiu para ampliar a rede de orientação e apoio a essas meninas e mulheres e tirar dúvidas relacionadas às situações de violência doméstica. O intuito de criar um botão de pânico embutido num aplicativo popular de entregas foi o de contribuir para a redução do transito de mulheres vítimas de violência em ambientes públicos e ruas e evitar a exposição desnecessárias de mulheres ao risco de contágio do coronavírus.

Projeto Justiceiras no combate à violência doméstica durante a pandemia | SBT Mulher – EP. 85

A promotora Gabriela Manssur, idealizadora do Projeto Justiceiras, conta como atua o grupo formado por voluntárias que oferecem apoio jurídico, psicológico, médico e acolhem vítimas de violência doméstica. Elas atuam via WhatsApp e e-mail, em todo o país. Veja, agora, no #SBTMulher

Posted by SBT Jornalismo on Wednesday, May 27, 2020
A promotora Gabriela Manssur, idealizadora do Projeto Justiceiras, fala ao SBT Mulher sobre o projeto

Realização

GIFE

Apoio

Alana
B3
Ford Foundation
Fundação Bradesco
Fundação Telefônica Vivo
Fundação Lemann
Fundação Tide Setubal
Instituto ACP
Instituto Unibanco
Itaú Social
Laudes Foundation